Pesquisar
Close this search box.

Economize até 35% na conta
de energia da sua empresa.

IMAGEM 1

Energia do vento é considerada uma das mais limpas e baratas do mundo

Autor:
MME

Brasil possui 969 usinas eólicas registradas no Sistema Interligado Nacional (SIN), localizadas em 14 estados

Da brisa a uma ventania. Você sabia que conseguimos gerar eletricidade pela força do vento? A energia elétrica gerada pelos ventos é conhecida como eólica. Esse tipo de eletricidade é considerada limpa e de baixo impacto ambiental. A energia eólica é a quinta e última energia renovável que o Ministério de Minas e Energia (MME) vai abordar na Série Renováveis.

Com o crescimento do consumo de energia no Brasil e no mundo e, o desafio é suprir essa demanda com fontes renováveis, que emitem menos gás carbônico na atmosfera. A eólica é uma das fontes de energia mais eficientes do ponto de vista ambiental. 

Atualmente, o Brasil possui 969 usinas eólicas registradas no Sistema Interligado Nacional (SIN), localizadas em 14 estados, que representam mais de 27 gigawatts (GW) de capacidade instalada do país. Esse número representa mais de R$200 bilhões investidos, durante mais de uma década. 

A energia eólica é um avanço tecnológico, além da importância dessa energia para o planeta, pois não polui ao gerar eletricidade e ainda gera desenvolvimento socioeconômico e um impacto positivo para as comunidades da região. Em 2023, entre as energias renováveis, do total da capacidade acrescentada, quase 50% vieram de eólicas. 

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o potencial eólico brasileiro pode alcançar até 500 gigawatts (GW), suficiente para produzir pelo menos duas vezes a quantidade demandada hoje pelo nosso país. 

No Brasil, A relação entre a energia gerada por uma usina eólica e a capacidade instalada dela tem uma média acima de 40%, podendo chegar a 70% em algumas regiões do Nordeste. Sendo que o fator de capacidade no restante do mundo é de 25%. 

Os números da indústria eólica no país impressionam não só pela magnitude, mas também pelo que representam para a redução das desigualdades regionais. Os parques eólicos trazem renda para milhares de famílias, em especial na região Nordeste e no Norte de Minas Gerais.

O desenvolvimento de projetos eólicos offshore (em alto mar) traz novas oportunidades de investimentos para o país. Até o momento, o Brasil já reúne mais de 80 projetos anunciados, que juntos totalizam mais de 200 GW de capacidade instalada prevista. 

O MME pretende continuar investindo, prioritariamente, em energia limpa e renovável. O objetivo é que o país mantenha a capacidade de integrar as fontes renováveis, com segurança energética, qualidade no suprimento e tarifa justa para o consumidor.

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

25 de abril de 2024