Pirapora_1-

Solatio Energia Livre se consolida com investimentos de mais de R$ 1 bi em energia solar distribuída

Autor:
Coisas de Agora

Solatio Energia Livre, uma Joint Venture entre a espanhola Solatio e a mineira CMU, se consolida em Minas Gerais com investimentos de mais de R$ 1 bi em energia solar distribuída. Injetando energia 100% sustentável, a companhia tem capacidade projetada para abastecer mais de 162 mil casas e pontos comerciais e para reduzir a emissão de quase de 5 mil toneladas de CO2 a cada mês

A Solatio Energia Livre, totalmente ecológica e que leva energia limpa e mais barata a quase 100% das cidades mineiras, conta com um investimento de R$ 1 bilhão para que os clientes consigam ter uma economia substancial na sua conta de luz. A empresa, que nasceu da Joint Venture entre a espanhola Solatio, há 20 anos no mercado e maior desenvolvedora de projetos solares da América Latina, e da mineira CMU, tradicional comercializadora de energia do Brasil, veio para ficar.

Com cerca de 900 hectares só em painéis solares e um potencial energético de 780.300 MWh/ano, a Solatio Energia Livre tem projetada a capacidade para abastecer mais de 162 mil casas e pontos comerciais. Isso significa a redução da emissão de quase 5 mil toneladas de CO2 na atmosfera a cada mês. Para se ter uma ideia, sem a geração de energia limpa da companhia, seria necessário o plantio de quase 35 mil árvores para compensar essa redução.

Segundo Walter Fróes, CEO da Solatio Energia Livre e da CMU Energia, cerca de R$ 21 bilhões serão investidos, até 2023, em usinas fotovoltaicas no estado. Desse total, R$ 1 bilhão estão destinados à geração distribuída, para atendimento a residências e pequenos estabelecimentos comerciais, e os outros R$ 20 bilhões a usinas de grande porte, para fornecimento de energia a distribuidoras e consumidores de grande porte, como indústrias e shopping centers.

“Diversas cidades mineiras serão contempladas com a instalação das usinas, dentre elas Mirabela, Paracatu, Pirapora, Janaúba e Manga”, complementa Walter Fróes.

O executivo acrescenta que há grandes projetos em curso, como as usinas de Uberlândia, São Sebastião do Paraíso, Patos de Minas, Três Corações, Varginha entre outras cidades, que irão injetar energia limpa e mais barata para consumidores de praticamente todo o estado de Minas Gerais.

Simples, ecológico, seguro, sem custo de adesão, sem obras e sem manutenção

Usina Fotovoltaica de Paracatu
Como aderir? Como simular a economia da sua conta de luz?

Com o atendimento 100% digital, a adesão é muito mais simples e prática: basta o titular da conta da Cemig acessar o endereço solatioenergialivre.com.br e seguir os passos no simulador. O sistema é inteligente e calcula a necessidade da sua casa, apartamento ou empresa e indica a quantidade de kWh por mês a ser alocado pela Solatio Energia Livre. Esse kWh é 15% mais barato se comparado ao preço cobrado pela Cemig. Além de não ter necessidade de obras, o consumidor tem adesão gratuita. Se não utilizar 100% dos kWh contratados, o restante fica acumulado para usar nos próximos cinco anos. Atualmente, mais de 1 milhão de painéis solares estão projetados para injetar energia direto na rede Cemig.

Fonte de pesquisa

De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o ranking nacional de geração distribuída é liderado por Minas Gerais, seguido por Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso. Minas tem potencial instalado de 173,9 MW, o que representa 18,9% de participação na produção nacional.

Além da alta incidência de radiação solar no estado, o que contribui de forma positiva para a liderança de geração renovável é a legislação estadual. Minas Gerais possui os melhores incentivos tributários para a geração distribuída no país. O Estado também concede isenção de ICMS na aquisição de qualquer equipamento, peça ou parte dos sistemas fotovoltaicos de micro e minigeração, quando adquirido dentro de Minas Gerais.

Solatio Energia Livre

Com mais de 20 anos de experiência no setor fotovoltaico e com mais de 120 projetos na Europa, a Solatio está no Brasil desde 2009 e é maior desenvolvedora de projetos solares da América Latina.

Conta com mais de 6 GW desenvolvidos sendo os mais competitivos do mercado em todos os respectivos setores: ACR (Ambiente de Contratação Regulada), ACL (Ambiente de Contratação Livre) e GD (Geração Distribuída).

Grupo CMU

O grupo CMU atua desde 2003 na área de gestão para consumidores e geradores no mercado de energia. A CMU é membro da Associação Brasileira de Comercializadores de Energia (ABRACEEL), autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) a atuar como comercializadora de energia elétrica, sócia e participante do Balcão Brasileiro de Energia Elétrica (BBCE) e está preparada para operar como comercializadora de gás natural através da empresa GASCOM, devidamente autorizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A CMU atua também no segmento de GD, por meio da avaliação de investimentos em geração e da estruturação e gestão do Consórcio e da Cooperativa Energia Livre.

Foto de abertura: Usina Fotovoltaica de Pirapora

LINK PARA A MATÉRIA

Compartilhar no:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *