Pesquisar
Close this search box.

Economize até 35% na conta
de energia da sua empresa.

foto 1

ONS: Níveis de Energia armazenada devem fechar Março acima de 80% em três subsistemas

Autor:
ONS

Cenários para a Energia Natural Afluente superam 100% em duas regiões

O boletim do Programa Mensal de Operação (PMO), referente à semana operativa entre os dias 4 e 10 de março, mantém a sinalização de boas perspectivas para os níveis de Energia Armazenada (EAR) ao final deste mês. Três subsistemas seguem com indicação de atingir patamares acima de 80%. Para o Nordeste e o Sul, as projeções indicam crescimento na EAR ante a revisão da semana passada: 88,8% (86,4%) e 85,1% (83,4%), respectivamente. O Sudeste/Centro-Oeste deve atingir 84,5%. Se o dado se confirmar, será o indicador mais elevado na região em março desde 2007 (87,3%). Por fim, para o Norte a possibilidade é atingir 62,5%.

As estimativas para a Energia Natural Afluente (ENA) são de volumes superiores a 100% da Média de Longo Termo (MLT) em dois subsistemas: Norte, com 112% da MLT, e Sul, com 103% da MLT. A previsão de ENA para o Sudeste/Centro-Oeste é de 98% da MLT e para o Nordeste de 51% da MLT.

O Custo Marginal de Operação (CMO) tem valor zerado pela décima primeira semana consecutiva e segue equalizado em todo o País.
Com relação à carga, as indicações são de crescimento no Sistema Interligado Nacional (SIN) e em três subsistemas. O SIN pode registrar avanço de 0,3% (75.228 MWmed). O mesmo comportamento de alta também é esperado para o Norte, 13,5% (6.495 MWmed); o Nordeste, 3,1% (11.929 MWmed); e o Sul, 1,9% (13.338 MWmed). Este padrão de provável expansão da carga para o SIN e os submercados citados também havia sido apresentado na revisão anterior. Para o Sudeste/Centro-Oeste, a perspectiva é de redução de 2,6% (43.526 MWmed). Os dados comparam o percentual estimado para o final de março de 2023 ante o mesmo período do ano passado. 

As previsões de carga para a próxima semana tiveram como premissas, entre outros pontos, as previsões de manutenção de temperaturas elevadas nas capitais do Sudeste/Centro-Oeste e Sul, e, com isso o maior uso dos aparelhos de refrigeração. Para as capitais dos subsistemas Nordeste e Norte, a expectativa é de estabilidade, ao longo da próxima semana, em relação às temperaturas registradas nos últimos dias.

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

25 de abril de 2024