Pesquisar
Close this search box.

Economize até 35% na conta
de energia da sua empresa.

SIN deverá crescer 22 GW até 2026, aponta ONS

Autor:
Henrique Faerman / Canal Energia

Eólicas e solares respondem por 13,7 GW da expansão e UHEs terão redução para 56% na matriz ao final de 2026. Enquanto isso, despachos térmicos podem acontecer a partir de setembro

O Sistema Interligado Nacional (SIN) deverá crescer 22 GW nos próximos cinco anos. Essa é uma das principais conclusões do Sumário Executivo do Plano da Operação Energética (PEN 2022) horizonte 2022-2026 divulgado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico nesta segunda-feira, 29 de agosto. O documento apresenta as avaliações das condições energéticas de atendimento ao mercado, no qual a carga deve crescer em média 3,4% ao ano, atingindo 80.818 MWmed e 196 GW no SIN em 2026.

Deste acréscimo, as usinas eólicas e solares respondem por 13,7 GW. As hidrelétricas continuam a ser a principal fonte de geração, apesar da redução da participação na matriz, de 62,6% em dezembro de 2021 para 56% em dezembro de 2026.

Um dos aprimoramentos do relatório é o uso do modelo de simulação a usinas individualizadas SUISHI nas análises energéticas estruturais. Com isto, busca-se uma aproximação das simulações com a realidade operativa, uma vez que há uma representação individualizada das UHEs, permitindo assim um maior detalhamento das restrições hidráulicas.

Despacho térmico em setembro

Sob o ponto de vista energético, o PEN 2022 indica um equilíbrio estrutural do SIN durante todo o período, tanto para o Cenário de Referência, quanto para os Cenários de Sensibilidade. Já falando em potência, os resultados trazem alguns alertas: para esse ano pode ser necessário despacho térmico para atendimento a demanda de ponta a partir de setembro, além da violação dos critérios de suprimento de potência no horizonte estrutural.

O documento também destaca que os resultados dos leilões elencados no cronograma estabelecido pela Portaria Normativa nº 32/GM/MME, de 17 de dezembro de 2021, poderão afetar positivamente o resultado estrutural.

Outra questão apontada no PEN 2022 é a projeção de um significativo crescimento no número de instalações de Mini e Micro Geração Distribuída (MMGD), principalmente a partir da fonte solar. No horizonte do plano este crescimento agrega mais de 10 GW de potência no sistema, o que trará novos desafios para a operação do SIN, como por exemplo, a necessidade de compensar o efeito da rápida redução de potência da MMGD solar no final do dia.

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

2 de abril de 2024