FOTO 1

ONS reduz ritmo de crescimento de carga e a previsão é de aumento de 3,2%

Autor:
ONS

Avanço da vacinação em todo território nacional contribui para a recuperação da economia

 boletim do Programa Mensal de Operação (PMO) com as previsões do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), para a semana de 14 a 20 de agosto, indica que as projeções de carga de energia devem ter elevação de 3,2% no Sistema Interligado Nacional (SIN), na comparação com o mesmo período de 2020, chegando a 66.670 MW médios. Os percentuais de aumento de carga refletem o reaquecimento gradual da economia brasileira com o avanço da vacinação em todo território nacional. Dos quatro subsistemas, o Nordeste continua em destaque alcançando 7,1% de incremento e 11.059 MW médios, seguido pelo Sul com mais 5,2% e 11.585 MW médios. Na sequência, vem o Norte com 3,7% de variação positiva e 6.055 MW médios e o Sudeste/Centro-Oeste com 1,4% e 37.971 MW médios. 

As afluências deste período seguem abaixo da média em todos os subsistemas. No Norte, a previsão é de que a Energia Natural Afluente (ENA) alcance 78% da Média de Longo Termo (MLT) e na região Sudeste/Centro-Oeste as afluências poderão chegar a 55% da MLT. No Nordeste a previsão é de 42% da MLT e no Sul a expectativa é chegar a 35% MLT. A estimativa é que os reservatórios cheguem, até o final do mês, com níveis de 73,5% no Norte e 48,9% no Nordeste. Já as unidades localizadas nas regiões Sul e Sudeste/Centro-Oeste, que devem fechar o mês com volume de água de 24,2% e 21,2%, respectivamente.  

Para a próxima semana, o Custo Marginal de Operação (CMO) passa a ser de R$3.044,45/MWh permanecendo equiparado nas quatro regiões. O CMO apresenta um leve incremento de 4,94%, em comparação aos R$2.901,00/MWh da semana passada.   

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *