foto 2

Aneel define novos valores adicionais do sistema de bandeiras tarifárias na próxima terça

Autor:
Daniel Rittner/Valor

Segundo o diretor-geral, André Pepitone, a decisão será tomada junto com a programação de uma “campanha de conscientização” sobre o uso eficiente da energia

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definirá na próxima reunião pública, prevista para terça-feira (29), os novos valores adicionais do sistema de bandeiras tarifárias, informou o diretor-geral, André Pepitone, ao Valor. Ele ressaltou ainda que a decisão será tomada junto com a programação de uma “campanha de conscientização” sobre o uso eficiente da energia.

Pepitone não quis antecipar o novo valor da bandeira vermelha Patamar 2, que, hoje, está em R$ 6,24 a cada 100k kWh (quilowatt-hora) de consumo. Esse valor impacta atualmente em 10,58% a fatura de uma família com o consumo de 200 kWh no mês. A estimativa é baseada na tarifa média cobrada no Brasil de R$ 590/MWh, sem impostos.

“A bandeira é um olhar para o futuro [próximos meses], considerando uma previsão para o pagamento das térmicas até o fim do ano”, disse Pepitone.

O diretor lembrou que a Aneel realizou consulta pública entre março e maio com a proposta dos novos valores de bandeiras. Pelo que foi colocado em discussão, haveria a revisão da bandeira vermelha Patamar 2, de R$ 6,24 para R$ 7,57 a cada 100k kWh consumidos. Semana passada, Pepitone assegurou que o ajuste seria ainda maior.

Pepitone afirmou que a revisão dos valores é um procedimento de praxe. “Todo ano, após o encerramento do período úmido do país — neste caso, de setembro de 2020 a abril de 2021 —, a Aneel revisa os valores cobrados nas bandeiras”, disse ele, lembrando que, este ano, o processo de revisão das bandeiras tarifárias e da campanha de conscientização é relatado pelo diretor da Aneel Sandoval Feitosa Neto.

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *