Aneel aprova reajustes tarifários para consumidores da BA,RN,CE e SE

Menor impacto médio a ser percebido pelos consumidores será em Sergipe, com 16,24%. O maior será no Ceará, com 24,85%

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou os reajustes tarifários das distribuidoras Neoenergia Coelba (BA), Cosern (RN), Enel Ceará e Energisa Sergipe. Todas as empresas terão aumentos na casa dos dois dígitos, refletindo a pressão de custos dos dois últimos anos, mesmo com o esforço para o amortecimento dos impactos tarifários esse ano, por meio do novo empréstimo ao setor elétrico, e com o fim da bandeira escassez hídrica.

Os reajustes serão aplicados a partir de 22 de abril. Confira os valores por concessionária:

Neoenergia Coelba: foi aprovado aumento médio de 21,13%, com efeito médio de 20,54% na alta tensão e de 21,35% na baixa tensão. A empresa atende aproximadamente 6,3 milhões de unidades consumidoras no estado do Bahia.

Neoenergia Cosern: reajuste terá efeito médio a ser percebido pelos consumidores de 20,36%, com impacto médio de 19,75% na alta tensão e de 20,55% na baixa tensão. A concessionária fornece energia para 1,5 milhão de unidades consumidoras em 167 municípios do Rio Grande do Norte.

Enel CE: o aumento médio de 24,85% é o maior entre as quatro distribuidoras do Nordeste, e terá impacto médio a ser percebido pelos consumidores de 24,18% na alta tensão e de 25,12% na baixa tensão. A companhia atende em torno de 3,8 milhões de unidades consumidoras no Ceará.

Energisa SE: o efeito médio do reajuste tarifário é de 16,24%, sendo 14,76%, em média, para os consumidores em alta tensão e 16,88%, em média, para os da baixa tensão. A Energisa atende aproximadamente 825 mil de unidades consumidoras no estado de Sergipe.

LINK PARA MATÉRIA