BTG pagará conta de luz de famílias de baixa renda a cada cliente que migrar para o ACL

Beneficiados terão suas contas custeadas por um ano pela mesa de energia do banco

O BTG Pactual vai pagar a conta de luz de quatro famílias por um ano a cada novo cliente que migrar para o Mercado Livre de Energia com o banco. As famílias são atendidas pelas ONGs do BTG Soma, programa voltado para a profissionalização e aceleração de ONGs e OSCs (organizações não governamentais da sociedade civil).

“Temos consciência do nosso papel no incentivo a ações de Responsabilidade Social e Filantropia. Por isso, direcionamos esforços não só para o desempenho de nossas atividades-fim, mas também para projetos que promovam transformações sociais positivas para as regiões e comunidades onde operamos”, disse em nota o CEO do BTG Pactual, Roberto Sallouti.

No primeiro ciclo de projeto, o BTG Soma teve como participantes o Instituto Dom, Moinho Cultural, Ballet Paraisópolis, Instituto Tiago Camilo, Instituto PROA e Instituto Mano Down. O projeto conta com a consultoria da Ação Social para Igualdade das Diferenças (ASID Brasil).

O banco diz que tem como estratégia apoiar a migração de pequenas e médias empresas brasileiras para o mercado livre de energia. Para atrair esse público, o BTG Pactual desenvolveu produtos voltados para PMEs que desejem ir para o mercado livre, oferecendo contratos de energia de fontes renováveis e personalizados à demanda do cliente.

LINK PARA MATÉRIA