Pesquisar
Close this search box.

Economize até 35% na conta
de energia da sua empresa.

mercado-livre-de-energia-hidreletrica (002)

ONS: PERSPECTIVAS DE AFLUÊNCIA PARA O FINAL DE ABRIL MANTÉM PADRÃO DE ESTABILIDADE

Autor:
ONS

Para três subsistemas, as projeções de Energia Natural Afluente registram leve crescimento

O boletim do Programa Mensal de Operação (PMO), referente à semana operativa entre os dias 15 e 21 de abril, indica um leve avanço na afluência de três subsistemas, na comparação com o período anterior. No Sudeste/Centro-Oeste, a Energia Natural Afluente (ENA) deve chegar a 96% da Média de Longo Termo (MLT), ante os 90% divulgados na semana passada. Para o Sul e o Nordeste, as perspectivas para a ENA são de 79% da MLT (71%) e 36% da MLT (35%). A região Norte tem ENA estimada em 108% da MLT (110%). Os dados são referentes ao último dia de abril, mês que marca o encerramento do período tipicamente úmido.

De acordo com os cenários prospectivos para a carga, o Sistema Interligado Nacional (SIN) pode atingir uma demanda de 70.644 MWmed, sem crescimento ou redução ante abril de 2022. Já os subsistemas se dividem em dois grupos de comportamentos distintos. Dois deles apresentam possibilidade de aceleração na carga: o Norte, com 14,4% (6.717 MWmed), e o Sul, com 4,9% (12.127 MWmed). Para o Sudeste/Centro-Oeste e o Nordeste, as projeções são de retração de 2,9% (40.476 MWmed) e de 1,4% (11.324 MWmed), respectivamente. As estimativas são para 30 de abril, comparadas com o mesmo período do ano passado.

Para a próxima semana operativa, são esperadas temperaturas mais amenas nas capitais do Sudeste/Centro-Oeste e do Sul, com a passagem de uma frente fria. As principais cidades dos subsistemas Norte e Nordeste não deverão apresentar variações significativas no cenário meteorológico em relação à atual.

As indicações para a Energia Armazenada (EAR) ao final de abril seguem elevadas. A edição do boletim aponta que todos os subsistemas devem atingir patamares superiores a 80% de EAR, com a elevação das perspectivas da região Sul para 82,9% ante os 78,1% divulgados previamente. O Sudeste/Centro-Oeste pode atingir EAR de 87,1% (85,7% na revisão passada). Se o resultado para o Sudeste/Centro-Oeste se confirmar, será o maior volume para abril desde 2011 (87,8%). Para o Nordeste e o Norte, a expectativa é atingir EAR de 90% e 99,9%.

O Custo Marginal de Operação (CMO) se mantém zerado em todos os subsistemas pela décima sétima semana consecutiva. Este padrão foi iniciado no final de dezembro de 2022.

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

27 de março de 2024