Pesquisar
Close this search box.

Economize até 35% na conta
de energia da sua empresa.

photovoltaics solar panels and wind turbines generating electricity alternative energy from nature  Ecology concept.

Matriz elétrica brasileira apresenta expansão de 2.746 MW no primeiro trimestre de 2023

Autor:
MME

O total registrado foi o dobro do crescimento verificado no mesmo período em 2022, segundo dados ANEEL, e foi motivado pela entrada em operação comercial de 82 novas usinas.

A Matriz Elétrica Brasileira está cada vez mais eficiente e renovável. Só no primeiro trimestre de 2023 fechou com uma expansão de 2.746,5 megawatts (MW) da capacidade instalada de geração de energia elétrica. Os dados foram divulgados, nesta quinta-feira (5/04), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). A quantidade equivale ao dobro do crescimento verificado no mesmo período de 2022, de 1.367 MW.

Um dos principais motivos foi a entrada em operação comercial de novas 82 usinas até 31 de março. Elas estão distribuídas em 13 estados de quatro regiões brasileiras. Dessas, 44 são eólicas (1.485 MW), 23 solares fotovoltaicas (920,2 MW), 10 termelétricas (278,1 MW), quatro pequenas centrais hidrelétricas (59,8 MW) e uma central geradora hidrelétrica de capacidade reduzida (3,4 MW). As plantas solares e eólicas representam, juntas, 87,6% da capacidade instalada no ano, apontam os dados da ANEEL. Considerando apenas o mês de março, a expansão na matriz foi de 708,4 MW concentrados em 17 usinas eólicas (338,5 MW), oito solares fotovoltaicas (340,3 MW), duas pequenas centrais hidrelétricas (21,3 MW) e apenas uma termelétrica (8,3 MW).

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, celebrou os dados, ressaltando o crescimento da renovabilidade da matriz elétrica nacional, tão priorizada pelo governo do presidente Lula. “Hoje, temos 85% da nossa matriz elétrica renovável e os dados mostram que estamos encaminhando para avançar ainda mais. É o futuro da nossa geração no rumo da inovação, da ampliação das fontes renováveis, mostrando, mais uma vez, que a matriz energética brasileira está na vanguarda mundial da sustentabilidade”, afirmou o ministro após a divulgação dos dados.

Sobre a capacidade instalada, de acordo com dados do Sistema de Informações de Geração (SIGA) da ANEEL, o Brasil chegou a 191.323,9 MW. Adicionalmente, segundo dados da ANEEL, o sistema ainda conta com mais 19.433 MW de geração distribuída, totalizando mais de 210.700 MW de capacidade instalada de geração de energia, com cerca de 85% de fontes renováveis. Esses dados são atualizados diariamente com informações das usinas em operação e de empreendimentos outorgados em fase de construção.

Novas usinas em operação

Segundo a ANEEL, as usinas com operação iniciada este ano foram nos estados de Minas Gerais (827,7 MW), Rio Grande do Norte (666,4 MW), Bahia (501,6 MW) e Piauí (276,4 MW). No recorte apenas para o mês de março, Minas Gerais obteve o maior salto, 334 MW, com a continuidade da operação do Complexo Sol do Cerrado (usinas fotovoltaicas AC), que já contribuiu com 434 MW de expansão este ano.

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

3 de julho de 2024