Pesquisar
Close this search box.

Economize até 35% na conta
de energia da sua empresa.

FOTO

Cenários prospectivos do ONS indicam pleno atendimento às demandas de carga da sociedade.

Autor:
ONS

Dados foram apresentados pelo Operador na primeira reunião do CMSE de 2023

Aconteceu na quarta-feira, 8 de fevereiro, a primeira reunião ordinária do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) de 2023. Na ocasião, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresentou os resultados da operação de janeiro de 2023 e as perspectivas para os seis próximos meses. O cenário geral é positivo, com projeções que indicam o pleno atendimento, tanto em termos de energia quanto de potência. O Operador também destacou os atributos de robustez e confiabilidade do Sistema Interligado Nacional (SIN), que mesmo passando por eventos extraordinários em janeiro de 2023, manteve as condições de atendimento à carga do País.

Com relação à Energia Armazenada (EAR), o mês de janeiro de 2023 encerrou com as melhores condições de armazenamento do SIN dos últimos 11 anos. O subsistema Sudeste/Centro-Oeste atingiu 69,8%. Nos demais subsistemas, os armazenamentos foram: Sul com 86,9%; Nordeste com 75,7%; e o Norte com 89,3%.

Os resultados de EAR refletem a boa gestão dos reservatórios, conduzida pelo ONS, e um patamar de afluência compatível com o período tipicamente úmido. Em janeiro de 2023, a Energia Natural Afluente (ENA) verificada em três subsistemas foi superior a 100% da Média de Longo Termo (MLT): no Norte, 131%, no Sudeste/Centro-Oeste, 118% e no Nordeste, 108%. No Sul, a ENA do mês anterior foi de 94% da MLT. As projeções da ENA para o período entre fevereiro e julho de 2023 apontam uma perspectiva de que as afluências médias do SIN variem entre 78% e 109% da MLT nos cenários inferior e superior, respectivamente.

As projeções da EAR para os próximos meses indicam que, se confirmada a estimativa superior, ela estará em 91,1% no SIN ao final do período úmido (abril de 2023) e em 85,4%, na perspectiva inferior. Ainda que se confirme o cenário inferior, a EAR será 18,9 p.p. superior àquela registrada em abril de 2022. Para 31 de julho, as estimativas de EAR para o SIN são de 94,9% e 79,6%, nas perspectivas superior e inferior, respectivamente.​

LINK PARA MATÉRIA

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

16 de fevereiro de 2024