PLD SE/CO (R$/MWh) NORDESTE (R$/MWh) NORTE (R$/MWh) SUL (R$/MWh)
  • 490,00
  • 420,00
  • 350,00
  • 280,00
  • 210,00
  • 140,00
  • 70,00
  • 0,00
  • 16/02
    a 22/02
  • 23/02
    a 01/03
  • 02/03
    a 08/03
  • 09/03
    a 15/03
  • 23/03
    a 29/03
Histórico do PLD

Notícias | Pauta

Limites para acesso ao mercado livre poderão ser alterados

CMU (20/12/2018)
O Ministério de Minas e Energia (MME) abriu, em 11/12/2018, a Consulta Pública n° 63/2018 para discutir a redução do limite de migração para o mercado livre de energia. As contribuições foram recebidas até segunda-feira (17/12/2018). Embora o tema em discussão seja complexo e impacte profundamente o setor, o prazo da consulta foi bastante célere. A intenção é que a Portaria seja assinada até o final da atual gestão do MME. 

A proposta prevê a redução do limite mínimo de carga para contratação de energia elétrica convencional por parte dos consumidores, em duas etapas:
A partir de 1º de julho de 2019, os consumidores com carga igual ou superior a 2,5 MW, atendidos em qualquer tensão, poderão optar pela compra de energia elétrica a qualquer concessionário, permissionário ou autorizado de energia elétrica do mesmo Sistema Interligado. 
A partir de 1º de janeiro de 2020, os consumidores com carga igual ou superior a 2 MW, atendidos em qualquer tensão, poderão optar pela compra de energia elétrica a qualquer concessionário, permissionário ou autorizado de energia elétrica do mesmo Sistema Interligado.

Atualmente, somente consumidores com carga igual ou superior a 3MW podem contratar energia convencional. Já os consumidores com carga entre 0,5 MW e 3 MW podem contratar energia no mercado livre desde que sejam provenientes de fontes incentivadas (produzida por eólicas, usinas solares, de biomassa e PCHs). Há, porém, uma escassez de lastro desse tipo de fonte no mercado. Se a proposta for aprovada será possível disponibilizar mais lastro de energia incentivada já que o consumidor com carga acima de 2,5 MW poderá contratar energia de qualquer fonte.

A abertura do mercado livre já foi tema de discussão de consulta pública anterior (CP nº 33/2017) realizada pelo Ministério e o assunto está sendo analisado pelo congresso. 

Outros Artigos
CMU (14/10/2014)
© Copyright 2013
CMU | Av. Brasil, 1666/ 16 andar - Funcionários - Belo Horizonte - MG / (31) 3262.0722