PLD SE/CO (R$/MWh) NORDESTE (R$/MWh) NORTE (R$/MWh) SUL (R$/MWh)
  • 280,00
  • 240,00
  • 200,00
  • 160,00
  • 120,00
  • 80,00
  • 40,00
  • 0,00
  • 20/04
    a 26/04
  • 27/04
    a 03/05
  • 04/05
    a 10/05
  • 11/05
    a 17/05
  • 18/05
    a 24/05
Histórico do PLD

Notícias | Setor

ACL: redução do limite de carga deve atrair maioria dos consumidores elegíveis

Swap de energia que permite a mudança de ambiente não é vantajosa para todos. É necessário considerar no cálculo a tarifa fio da distribuidora onde estão conectados
Maurício Godoi / Canal Energia (16/04/2019)
O setor elétrico vive a expectativa da primeira redução dos limites de acesso ao mercado livre convencional estabelecida pela portaria nº 514 de 2018, que prevê a diminuição da carga de 3 MW para 2,5 MW, em julho deste ano; e para 2 MW, em 2020. A tendência é de que uma grande parte desses agentes migre de ambiente no mercado livre, mas há casos em que a mudança pode não ser vantajosa. No geral, a estimativa é de que seja verificada uma sensível queda na pressão sobre os preços da fonte incentivada pelo aumento da disponibilidade desse produto e os agentes começam a pensar já nos passos para a ampliação do mercado livre nos próximos anos.
Desde dezembro do ano passado, quando foi publicada a medida pelo Ministério de Minas e Energia, os comercializadoras já vêm atuando para verificar a disposição de seus clientes em mudar de ambiente. O presidente da Comerc, Cristopher Vlavianos, ressaltou que a companhia já vem oferecendo o swap de contratos para todos os seus clientes elegíveis à mudança.
Segundo ele, a maioria tem encontrado vantagens em migrar, nem todos. Dependendo do fator de carga e da distribuidora onde se dá a conexão é possível que a manutenção do contrato atual seja melhor. “É uma série de fatores que influenciam na atratividade de migrar ou não. Há casos em que não há tanta diferença assim ao ponto de empresas preferirem ficar no ambiente especial para continuar a consumir energia com viés sustentável, mas a maioria dos casos os consumidores encontram vantagem em mudar”, disse o executivo.
A expectativa da empresa é de que a migração possa alcançar algo próximo a 80% dos consumidores especiais elegíveis à mudança, Mikio Kawai Júnior, da Safira Energia
Na avaliação do diretor executivo da Safira Energia, Mikio Kawai Júnior, a expectativa da empresa é de que a migração possa alcançar algo próximo a 80% dos consumidores especiais elegíveis à mudança. Ele calcula que os ganhos adicionais para os consumidores a partir de 2,5 MW deva ficar em algo entre 15% a 17%. Inclusive, destacou ele, o ganho já considera uma expectativa de preços menores da incentivada com maior sobra.
Alessandro Carmeli, sócio diretor da Flow Energia, destacou que a portaria trouxe muitos benefícios ao ACL, pois ampliou a possibilidade de uma grande quantidade de consumidores que antes só poderiam adquirir um tipo de energia poder escolher entre ter o benefício do desconto na TUSD ou não. Além disso, continuou ele, traz também mais conforto aos consumidores que estão abaixo dessa linha de corte, pois certamente o prêmio por esse desconto vai ficar menos sobrecarregado aumentado a oferta do lastro da energia especial.
Contudo, ainda há situações onde o atual momento do setor não se mostra atrativo para a adoção desse swap. Segundo relatos do presidente da Ecom Energia, Paulo Toledo, essa situação é pontual devido ao preço da fonte convencional que não estaria tão baixo. Com isso, continuou ele, a atratividade não tem se confirmado para uma gama de consumidores elegíveis. Entre os fatores que levam a essa conclusão está o patamar da tarifa fio de determinadas distribuidoras que podem inviabilizar os ganhos com a alteração.
“Para muitos consumidores que nos consultaram para entender a viabilidade dessa mudança, a migração não faz sentido, mas essa é a fotografia do momento, por ser um cálculo dinâmico, no mês que vem isso pode mudar”, definiu o executivo da Ecom. Em sua análise a migração pode fazer sentido quando a diferença de preços entre as fontes é mais elevada. Entre R$ 35 a R$ 50/MWh é necessário avaliar os itens que compõem o valor da energia convencional comparada à incentivada. A partir de um preço R$ 60/MWh mais baixo a convencional é mais vantajosa, em média. Para o evento de janeiro esse é o cenário vigente, apontou Toledo.
“Para muitos consumidores que nos consultaram para entender a viabilidade dessa mudança, a migração não faz sentido, mas essa é a fotografia do momento, por ser um cálculo dinâmico no mês que vem isso pode mudar”, Paulo Toledo da Ecom Energia.
De acordo com o consultor sênior da Safira, Josué Ferreira, com a redução dos limites tem-se uma maior competição entre a fonte incentivada e a convencional, o que abre espaço para a queda de preços, considerado condições normais de operação, pois há a questão das vazões que deve ser considerada. Mas, no geral, disse ele, as migrações deverão ocorrer de forma cadenciada e não de forma tão imediata. E ao mesmo tempo a migração vai abrir, naturalmente, mais espaço para a migração dos consumidores do mercado regulado para o especial uma vez que os preços serão menos pressionados pela equação oferta versus a demanda.
“Ainda não vemos uma mudança na curva de spread de preços para este ano, mas para 2020 já temos uma redução, ainda não está claro, mas aponta uma tendência”, disse Ferreira.
Segundo o presidente do Balcão Brasileiro de Comercialização de Energia, Victor Kodja, ainda não foi possível verificar uma tendência na curva de demanda para este ano. Mas, considerou a redução dos limites como uma medida positiva para o setor. E disse que poderia ser mais acelerada. “Nossa opinião é de que o limite para a fonte convencional poderia estar em 1 MW e assim auxiliar no desenvolvimento do mercado livre. Quanto mais mercado livre melhor, pois traz mais flexibilidade na aquisição de energia”, avaliou. “O produto convencional é maior que o incentivado, por isso há mais espaço para abertura, por isso acho que poderia ter sido mais agressivo”, sugeriu.
Vlavianos defende que a abertura seja continuada até porque o MME tem essa prerrogativa e opina que para 2021 o limite de acesso ao mercado convencional poderia ser reduzido para 1 MW e posteriormente para os 500 kW. Em sua análise essa alteração é factível. “Acho que esse trabalho tem que ser contínuo, não tem porque parar de reduzir os limites de acesso uma vez que o poder concedente pode tomar a decisão sem alteração legal. Estabelecer um cronograma faz com que os agentes possam se programar”, lembrou ele.
Segundo o estudo da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, há 215 MW médios de energia incentivada disponível no Brasil. Entre os motivos para esta sobra está a portaria de dezembro e o MVE que autorizou distribuidoras a negociarem a energia dessas fontes. De acordo com dados da entidade, 447 MW médios, em contratos com duração de três, cinco e 11 meses, foram liberados nas primeiras rodadas de MVE a partir de fevereiro deste ano. Outros 312 MW médios foram liberados pela migração de unidades que consumiam energia incentivada para a categoria convencional.
Para o ano de 2019, o documento aponta um potencial de 1.760 MW médios de energia incentivada a ser liberada com a mudança de categoria de consumidores especiais para livre convencional. Já para 2020 são 445 unidades cujo potencial é de liberação de 435 MW médios a partir de janeiro, caso os consumidores exerçam a opção de troca.
Outros Artigos
Mauricio Godoi / Canal Energia (15/05/2019)
Agência Eletrobrás de notícias (13/05/2019)
WAGNER FREIRE / AGÊNCIA CANALENERGIA, (09/05/2019)
Ministério Minas e Energia (08/05/2019)
Mauricio Godoi / Canal Energia (06/05/2019)
Rodrigo Polito e André Ramalho / Valor (02/05/2019)
Suely Monteiro / Canal Energia (26/04/2019)
Pedro Teixeira / Canal Energia (26/04/2019)
Mauricio Godoi / Canal Energia (10/04/2019)
Camila Maia / Valor (05/04/2019)
Edvaldo Santana / O Valor (03/04/2019)
Pedro Teixeira / Canal Energia (02/04/2019)
Canal Energia (05/02/2018)
Agência CNI de notícias (03/10/2017)
Diário do Grande ABC - SANTO ANDRE - (SP) (22/09/2017)
Jornal do Comércio - PORTO ALEGRE - (RS) (21/09/2017)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (01/09/2017)
Monitor Mercantil - São Paulo (20/07/2017)
Jornal do Comércio (10/06/2017)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (31/05/2017)
André Borges / O Estado de S. Paulo (14/02/2017)
Maurício Godoi - Canal Energia (07/02/2017)
André Borges - O Estado de São Paulo (06/02/2017)
Wagner Freire, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Mercado Livre (03/01/2017)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (14/12/2016)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (13/12/2016)
Mauricio Godoi / Canal Energia (28/11/2016)
Claudia Safatle / Valor Econômico (04/11/2016)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (10/10/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (15/09/2016)
Maira Magro / Valor Econômico (13/09/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (09/09/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (11/08/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (03/08/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (26/07/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (21/07/2016)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (13/07/2016)
Chrystiane Silva e Aline Cury Zampieri Uma / Valor Econômico (12/07/2016)
Daniel Rittner e Camila Maia / Valor Econômico (06/07/2016)
Daniel Rittner e Camila Maia / Valor Econômico (06/07/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (16/06/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (14/06/2016)
Daniel Rittner / Valor Econômico (08/06/2016)
Daniel Rittner / Valor Econômico (08/06/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (07/06/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (31/05/2016)
Daniel Rittner e Rodrogo Polito / Valor Econômico (31/05/2016)
Daniel Rittner / Valor Econômico (27/05/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (25/05/2016)
Rodrigo Polito e André Ramalho / Valor Econômico (19/05/2016)
Daniel Rittner e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (18/05/2016)
Jacilio Saraiva / Valor Econômico (18/05/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (17/05/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (12/05/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (11/05/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (06/05/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (06/05/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (06/05/2016)
Camila Maia e Rodrigo Polito/ Valor Econômico (02/05/2016)
Valor Econômico (02/05/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (29/04/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (28/04/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (06/04/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (30/03/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (30/03/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (30/03/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (15/03/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (09/03/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (09/03/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (08/03/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (07/03/2016)
Rodrigo Polito, Rafael Bitencourt e Camila Maia / Valor Econômico (02/03/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (02/03/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (01/03/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (24/02/2016)
Daniel Rittner e Murillo Camarotto / Valor Econômico (23/02/2016)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (22/02/2016)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (22/02/2016)
Daniel Rittner, Murillo Camarotto, Rafael Bitencourt e Camila Maia / Valor Econômico (19/02/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (19/02/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (18/02/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (16/02/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (11/02/2016)
Arícia Martins e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (05/02/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (04/02/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (04/02/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (04/02/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (03/02/2016)
Alessandra Saraiva / Valor Econômico (02/02/2016)
Camila Maia e Rodrigo Polito / Valor Econômico (02/02/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (28/01/2016)
Rafael Bitencourt e Camila Maia / Valor Econômico (28/01/2016)
Rafael Bitencourt, Camila Maia e Tainara Machado / Valor Econômico (27/01/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (27/01/2016)
Rodrigo Polito e Ana Paula Ragazzi/ Valor Econômico (27/01/2016)
Camila Maia e Renato Rostás / Valor Econômico (22/01/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (22/01/2016)
Camila Maia / Valor Econômico (20/01/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (20/01/2016)
Camila Maia e Rodrigo Polito/ Valor Econômico (18/01/2016)
Daniel Rittner / Valor Econômico (15/01/2016)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (14/01/2016)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (07/01/2016)
Arícia Martins / Valor Econômico (07/01/2016)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (29/12/2015)
Rafael Bitencourt e Carolina Oms / Valor Econômico (10/12/2015)
Carolina Oms e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (10/12/2015)
Rodrigo Polito e Camila Maia (26/11/2015)
Camila Maia, Rodrigo Polito, Rafael Bitencourt e Vandson Lima / Valor Econômico (25/11/2015)
Murillo Camarotto e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (25/11/2015)
Camila Maia, Rodrigo Polito e Arícia Martins / Valor Econômico (23/11/2015)
Adilson de Oliveira /Valor Economico (23/11/2015)
Camila Maia e Rodrigo Polito/ Valor Econômico (19/11/2015)
Daniel Rittner / Valor Econômico (18/11/2015)
Camila Maia e Rodrigo Polito/ Valor Econômico (18/11/2015)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (06/11/2015)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (04/11/2015)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (19/10/2015)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (19/10/2015)
Laura Ignacio \ Valor Econômico (06/10/2015)
Nivalde de Castro e Roberto Brandão \ Valor Econômico (29/09/2015)
Natália Viri \ Valor Econômico (24/09/2015)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (22/09/2015)
Rodrigo Polito \ Valor Econômico (21/09/2015)
Natália Viri \ Valor Econômico (21/09/2015)
Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (03/09/2015)
Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (02/09/2015)
Roberto Rockmann / Valor Econômico (28/08/2015)
Roberto Rockmann / Valor Econômico (28/08/2015)
Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (14/08/2015)
Rafael Bitencourt e Natalia Viri \ Valor Econômico (06/08/2015)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (04/08/2015)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (23/07/2015)
Dan Murtaugh, Linn Doan e Bradley Olson / Valor Econômico (13/07/2015)
Natalia Viri / Valor Econômico (10/07/2015)
Natalia Viri e Rodrigo Polito / Valor Econômico (08/07/2015)
José Eduardo Moreira / Valor Econômico (03/07/2015)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (25/06/2015)
Murillo Camarotto / Valor Econômico (24/06/2015)
Daniel Rittner / Valor Econômico (18/06/2015)
Daniela Chiaretti / Valor Econômico (15/06/2015)
Arícia Martins/ Valor Economico (01/06/2015)
Anna Shiryaevskaya e Isis Almeida / Valor Econômico (28/05/2015)
Rodrigo Polito e Robson Sales / Valor Econômico (28/05/2015)
Natalia Viri / Valor Econômico (19/05/2015)
Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (14/05/2015)
Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (11/05/2015)
Rafael Bitencourt e Murillo Camarotto / Valor Econômico (30/04/2015)
Carlos A. Silvestrin / Valor Econômico (16/04/2015)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (09/04/2015)
Natalia Viri / Valor Econômico (09/04/2015)
Thiago Resende e Murillo Camarotto / Valor Econômico (02/04/2015)
Rodrigo Polito, Camila Maia, Flávia Lima e Daniel Rittner / Valor Econômico (24/03/2015)
Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (20/03/2015)
Daniela Chiaretti / Valor Econômico (19/03/2015)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (13/03/2015)
Natalia Viri e Rodrigo Polito / Valor Econômico (10/03/2015)
Denise Neumann / Valor Econômico (09/03/2015)
Alexandre Street \ Valor Econômico (24/02/2015)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (18/02/2015)
Denise Neumann \ Valor Econômico (09/02/2015)
Flavia Lima e Gabriel Caprioli / Valor Econômico (06/02/2015)
Rafael Bitencourt e Murillo Camarotto \ Valor Econômico (05/02/2015)
Daniel Rittner e Rafael Bitencourt \ Valor Econômico (04/02/2015)
Daniel Rittner, Rafael Bitencourt, Leandra Peres e Andrea Jubé \ Valor Econômico (03/02/2015)
Andrea Jubé / Valor Econômico (02/02/2015)
Cláudia Schüffner, Rodrigo Polito e Natalia Viri / Valor Econômico (26/01/2015)
Rodrigo Polito e Camila Maia / Valor Econômico (23/01/2015)
Rodrigo Polito, Camila Maia e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (22/01/2015)
Rodrigo Polito, Rodrigo Pedroso, Natalia Viri e Cláudia Schüffner Mario / Valor Econômico (20/01/2015)
Daniel Rittner e Leandra Peres / Valor Econômico (16/01/2015)
Leandra Peres / Valor Econômico (14/01/2015)
Edna Simão, Lorenna Rodrigues e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (13/01/2015)
Rafael Bitencourt e Daniel Rittner \ Valor Econômico (08/01/2015)
Délberis Lima / Valor Econômico (05/01/2015)
Marcos de Moura e Souza e Daniel Rittner / Valor Econômico (30/12/2014)
Natalia Viri e Rodrigo Polito / Valor Econômico (19/12/2014)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (17/12/2014)
Rafael Bitencourt / Valor Econômico (26/11/2014)
Daniel Rittner e Rafael Bitencourt / Valor Econômico (25/11/2014)
Natalia Viri / Valor Econômico (21/11/2014)
Natalia Viri / Valor Econômico (20/11/2014)
Rodrigo Polito e Rodrigo Pedroso | Valor Econômico (21/10/2014)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (09/10/2014)
Murillo Camarotto/ Valor Econômico (02/10/2014)
Daniel Rittner e Lucas Marchesini / Valor Econômico (24/09/2014)
Daniel Rittner e Murillo Camarotto / Valor Econômico (22/09/2014)
Daniel Rittner e Murillo Camarotto/Valor Econômico (11/09/2014)
Edna Simão, Lucas Marchesini, Rafael Bittencourt e Carolina Mandl / Valor Econômico (08/08/2014)
Rodrigo Polito / Valor Econômico (07/08/2014)
Elcias Ferreira/ Valor Econômico (30/07/2014)
Leandra Perez/ Valor Econômico (25/07/2014)
Mírian Leitão/Rádio CBN (11/07/2014)
Miriam Leitão e Álvaro Gribel (06/07/2014)
Claudia Facchini, Valor Econômico (20/05/2014)
Claudia Facchini, Valor Econômico (19/05/2014)
Daniel Rittner, Valor Econômico (16/05/2014)
Por Daniel Rittner | Brasília (29/04/2014)
Por Claudia Facchini e Rodrigo Polito / Valor Econômico (11/04/2014)
Por Daniel Rittner, Talita Moreira, Edna Simão e Carolina Mandl/Valor Econômico (10/04/2014)
Por Claudia Facchini | Valor Econômico (08/04/2014)
Por André Borges | De Brasília | Valor Econômico (04/04/2014)
Por Luciana Magalhães | Do "The Wall Street Journal" - Valor Econômico (28/03/2014)
Por Rodrigo Polito | Do Rio - Valor Econômico (21/03/2014)
Daniel Rittner, Leandra Peres, Rafael Bitencourt e Eduardo Campos | De Brasília - Valor Econômico (14/03/2014)
RAMONA ORDOÑEZ - O Globo (12/02/2014)
Editorial - Valor Econômico (10/02/2014)
Por Claudia Facchini, Olivia Alonso, Rodrigo Pedroso e Rodrigo Polito | De São Paulo e do Rio Shu - Valor Econômico (10/02/2014)
Por André Borges | De Brasília - Valor Econômico (10/02/2014)
Alexandre Lopes, da Abraceel, para a Agência CanalEnergia, Artigos e Entrevistas (09/01/2014)
Roberto Pereira D'Araujo/Canal Energia (09/01/2014)
Por Rodrigo Polito/Valor Econômico (08/01/2014)
Por Heloisa Scaramucci e Laís Barbosa/Valor Econômico (06/01/2014)
Por Daniel Rittner | De Brasília para o Valor Econômico (30/12/2013)
Por De São Paulo - Valor Econômico (20/11/2013)
Por De São Paulo - Valor Econômico (20/11/2013)
Por Claudia Facchini | De São Paulo - Valor Econômico (12/11/2013)
Por Mariana Segala | Para o Valor, de São Paulo - Valor Econômico (12/11/2013)
Por De São Paulo - Valor Econômico (12/11/2013)
Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Negócios e Empresas (11/11/2013)
Por Marta Nogueira | Do Rio - Valor Econômico (07/11/2013)
Por Claudia Facchini | De São Paulo - Valor Econômico (06/11/2013)
Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Regulação e Política - Canal Energia (28/10/2013)
Por Daniel Rittner | De Brasília - Valor Econômico (28/10/2013)
Por Rodrigo Polito e Marta Nogueira | Do Rio - Valor Econômico (28/10/2013)
Por Rodrigo Polito | Do Rio - Valor Econômico (24/10/2013)
Por Paulo Pedrosa e Ricardo Pinto | De São Paulo - Valor Econômico (24/10/2013)
Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Investimentos e Finanças (25/09/2013)
Mauricio Godoi, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Regulação e Política (20/09/2013)
Por Rodrigo Polito | Do Rio- Valor Econômico (18/09/2013)
Por Marta Nogueira | Valor Econômico (18/09/2013)
Pedro Aurélio Teixeira, da Agência CanalEnergia, do Rio de Janeiro, Planejamento e Expansão (13/09/2013)
Sueli Montenegro, da Agência CanalEnergia, de Brasília, Operação e Manutenção (13/09/2013)
Por Marta Nogueira | Do Rio (13/09/2013)
Por Paulo Pedrosa (13/09/2013)
Brasília- Valor Econômico (09/09/2013)
Por Daniel Rittner | De Brasília - Valor Econômico (09/09/2013)
Alexandre Canazio, da Agência CanalEnergia, Planejamento e Expansão (06/09/2013)
Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, do Rio de Janeiro, Negócios e Empresas (06/09/2013)
Por Rafael Bitencourt | De Brasília (06/09/2013)
Por Rafael Bitencourt | De Brasília (06/09/2013)
Por Marta Nogueira | Do Rio (06/09/2013)
Por Brian Spegele e Justin Scheck | The Wall Street Journal, de Maoba, China (06/09/2013)
Por Bárbara Pombo De Brasília - Valor Econômico (02/09/2013)
Por Roberto Rockmann - Para o Valor Econômico , de São Paulo- (02/09/2013)
Por Domingos Zaparolli | Para o Valor, de São Paulo (02/09/2013)
Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Planejamento e Expansão (30/08/2013)
Mauricio Godoi, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Planejamento e Expansão (30/08/2013)
Mauricio Godoi, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Planejamento e Expansão (30/08/2013)
Por André Borges De Brasília - Valor Econômico (30/08/2013)
Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Mercado Livre (30/08/2013)
Elisa Soares, Rodrigo Polito e Murillo Camarotto, Valor Econômico (29/08/2013)
Rafael Bitencourt, Valor Econômico (29/08/2013)
Por Rafael Bitencourt e Daniel Rittner | De Brasília (14/08/2013)
Por Daniel Rittner | De Brasília, Valor Econômico (14/08/2013)
Por Rafael Bitencourt e Leandra Peres | De Brasília (14/08/2013)
Por Daniel Rittner | De Brasília, Valor Econômico (12/08/2013)
Claudia Facchini, Valor econômico (09/08/2013)
Mônica Izaguirre, Valor Econômico (06/08/2013)
Rodrigo Polito, Valor Econômico (06/08/2013)
Ribamar Oliveira, Valor Econômico (01/08/2013)
Sergio Lamucci, Valor Econômico (01/07/2013)
Daniela Chiaretti, Valor Econômico (24/06/2013)
Claudia Facchini, Valor econômico (24/06/2013)
Carolina Medeiros, Canal Energia (24/06/2013)
André Borges, Valor Econômico (20/06/2013)
Marta Nogueira, Valor Econômico (20/06/2013)
Lucien Belmonte, Valor Econômico (20/06/2013)
Claudia Facchini, Valor econômico (19/06/2013)
André Edelstein e Eduardo Evangelista, Valor Econômico (17/06/2013)
Cláudia Schüffner, Valor Econômico (17/06/2013)
© Copyright 2013
CMU | Av. Brasil, 1666/ 16 andar - Funcionários - Belo Horizonte - MG / (31) 3262.0722